CONFINAMENTO: UMA OPORTUNIDADE PARA RESGATAR A DRACMA PERDIDA

Alegria por encontrar a moeda perdida

Muitas famílias têm enfrentado grandes desafios na área da convivência. A proximidade possibilitou perceber o que a distância apagou e lidar com os conflitos familiares com sabedoria tem sido uma habilidade mais que necessária, em tempos de coronavírus. Quero trazer uma aplicação da parábola da dracma perdida (Lc 15.8-10) proferida por Jesus e extrair lições que são duradouras e que podem lançar luz num mundo de travas.

Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar?

E achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida.

Assim vos digo que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.

Lucas 15:8-10

O texto bíblico nos conta que uma mulher tinha dez moedas de prata (dez dracmas), mas que perdeu uma. O texto não nos diz como.

Ao invés de se contentar com as nove e poupar energia, ela trilha outro caminho: acende uma lâmpada, varre a casa inteira e procura com cuidado até encontrá-la. Três grandes atitudes que fizeram a diferença.

Sua persistência lhe presenteia. Ela encontra a moeda perdida e festeja, festeja.undefined

Refletindo sobre esse texto e aplicando nos tempos de hoje é provável que muitas moedas estejam desaparecidas dentro de muitos lares. Porque não mencionar algumas delas: refeição em conjunto, seguida de oração de agradecimento; mútuas palavras de afeto; undefinedbrincadeiras em família; undefinedculto doméstico; companheirismo; contação de histórias bíblicas.

Mas, caso tenhamos perdido alguma moeda, ao invés de nos contentarmos com as nove moedas o melhor que temos de fazer é: acender a lâmpada da Palavra, varrer para fora de casa o que não edifica e procurar as virtudes sagradas com persistência. Fazendo assim encontraremos a moeda da alegria, da graça, da esperança, da paz, do amor e, por fim, festejaremos.

Autor: BÍBLIA APLICADA

O entendimento de que podemos ler e interpretar a realidade com as lentes da Bíblia, a Palavra de Deus, é a base de toda nossa produção. Este desejo foi ganhando força à medida que me aprofundava nas mais diversas leituras e como cidadão da terra precisava me posicionar sobre fatos. Sou cristão protestante, amo a Escola Bíblica Dominical (EBD). Casado e pai três filhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s