POR QUE OS CRISTÃOS DEVEM OBEDECER ÀS MEDIDAS ADOTADAS PELO GOVERNO?

Em tempos de Coronavírus muitos governos têm aplicado medidas restritivas como forma de conter o avanço da covid-19. Fechamento de comércio, diminuição do tráfego de pessoas, proibição de aglomerações e eventos em geral. Como o cristão deve proceder diante de tudo isso?

O Senhor reina

A cada dia, o número de mortos e de infectados cresce assustadoramente. As Autoridades Governamentais não tiveram escolha ou qualquer tipo de gerência sobre o Coronavírus. Todos foram pegos de surpresa. A realidade é que o Senhor decidiu falar com a Terra. O que temos visto e ouvido é a Soberania de Deus em ação.

Enquanto vontade soberana, Deus faz o que Ele quer e lhe apraz. Ele é Senhor e Rei e governa o mundo segundo seus preceitos. Ele nunca perde o controle. Se admitirmos que cada nação representa uma árvore sendo o Senhor o jardineiro, podemos afirmar que o jardineiro está mexendo no seu pomar.

Ainda antes que houvesse dia, Eu Sou; E ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; operando Eu, quem o impedirá?

Isaías 43.13

Deus é quem está sentado acima da redondeza da terra. Para Ele os homens são pequenos gafanhotos.

Isaías 40.22a

A Bíblia e o Estado

A Bíblia sempre asseverou o respeito pelas autoridades constituídas. Jesus é o nosso maior exemplo. Pagou impostos (Mt 17.27), respeitou a autoridade médica (Lc 5.14), considerou a autoridade do Estado (Mt 22.21). Paulo fez o mesmo. Suas cartas recomendam orar pelas autoridades civis (1Tm 2.1, 2), se submetê-las (Rm 13.1-7), tratá-las com respeito (At 24.3).


Isso fazemos porque reconhecemos que toda autoridade é dada por Deus (Mt 22.37). Nenhum Rei é Rei, nenhum Presidente é Presidente, nenhuma autoridade é o que é se Deus não houvesse delegado. O nosso Senhor está acima de tudo e de todos. Glória a Deus!

única exceção a essa regra se deve quando o Estado fere a nossa fé. Quando o profeta Daniel soube que um decreto imperial o impedia de orar a Deus sob penalidade de ser jogado na cova dos leões, ele considerou a Lei maior, a Lei da Palavra de Deus (Dn 6.10).

Diante do avassalador coronavírus as autoridades têm aplicado medidas restritivas, muito duras por sinal, mas necessárias e sem nenhuma conotação de perseguição religiosa.

%d blogueiros gostam disto: